. Redução de 36% no número de acidentes é registrada no Sistema BA-093 em 10 anos

Redução de 36% no número de acidentes é registrada no Sistema BA-093 em 10 anos

1,1 bilhão. Esse foi o valor investido no Sistema de Rodovias BA-093 desde o início da gestão da Concessionária Bahia Norte. A concessão completa 10 anos agora no dia 17 agosto e contabiliza uma série de melhorias em um dos principais corredores de circulação e distribuição de produtos e serviços da Bahia.    

 

Dentre essas contribuições, estão a realização de obras, como entrega de novas vias e duplicações, e a disponibilização de toda uma infraestrutura de serviço responsável por otimizar o fluxo de veículos na região e melhorar a mobilidade e segurança dos usuários. O Sistema BA-093 dispõe de um Centro de Controle Operacional, 05 bases de Serviço de Apoio ao Usuário (SAU) e de uma rede de serviços formada por carros de inspeção, guinchos e equipes de socorro médico (pré-hospitalar). 

 

Tal infraestrutura, mais que melhorar o tráfego nas rodovias do Sistema BA-093, também impactou na redução de 36% no número de acidentes desde o início da concessão.  Ao longo desses 10 anos, cerca de 200 milhões de veículos passaram pelos 132 km de rodovias do Sistema BA-093, que é composto por oito municípios do estado e interliga o Centro Industrial de Aratu (CIA), o Polo Industrial de Camaçari, o Terminal Portuário de Aratu e o Aeroporto Internacional de Salvador. 

 

Para garantir a mobilidade dos usuários e a diminuição no tempo de deslocamento nos trechos administrados, ainda nos primeiros anos da concessão, a Bahia Norte apostou em projetos de infraestrutura, como a restauração e duplicação de 14 quilômetros da BA-526 (CIA-Aeroporto), 25 quilômetros da BA-535 (Via Parafuso) e 14 quilômetros da BA-093. Foram requalificadas também as rodovias BA-512, BA-521 e BA-524 (Canal de Tráfego).  

 

A essas mudanças, soma-se a entrega da Via Metropolitana, uma nova via expressa de 11,2km interligando os municípios de Camaçari e Lauro de Freitas, mais recentemente, em 2018, que contribuiu para reduzir o tempo de deslocamentos dos usuários em mais de 50 % e o fluxo de veículos na Estrada do Coco, principalmente durante  os horários de pico. Os investimentos realizados contaram com financiamentos obtidos junto ao Banco do Nordeste (BNB) e a Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), parceiros da Concessão desde seu início.  

 

O diretor-presidente da Concessionária Bahia Norte, Guilherme Eloy, comenta o histórico de entregas realizadas pela empresa nas rodovias do Sistema BA-093 ao longo destes 10 anos. “É um compromisso que temos com a qualidade do serviço prestado, com a mobilidade e com o desenvolvimento socioeconômico da região em que atuamos”, afirma.  

 

Já o diretor executivo da Agerba, Carlos Henrique Martins, ressalta a parceria entre o poder público e a iniciativa privada, que, segundo ele, possibilitou um grande avanço na região e mais segurança para os condutores. “Os ganhos em infraestrutura e segurança viária, além da diminuição do tempo de deslocamento nas estradas são pontos importantes para a população e exemplificam a relevância desse tipo de iniciativa”, observa.   

 

Eloy complementa que os investimentos realizados permitiram ainda que as áreas próximas às rodovias se desenvolvessem ao longo desse período, resultando em geração de 368 empregos diretos e 3.500 indiretos, sobretudo no período inicial das obras, levando oportunidades de renda local, mais qualidade de vida e valorização econômica à região de atuação da Concessionária. Em uma década, a Bahia Norte repassou mais de R$100 milhões em ISS (Imposto sobre Serviço).  

 

Consciente de seu papel social, a Concessionária tem mantido também um trabalho de interlocução e colaboração permanente junto às comunidades do entorno das rodovias do Sistema BA-093. Mais de 5 mil pessoas já foram beneficiadas diretamente e outras 20 mil de forma indireta com os projetos da Bahia Norte levando   conhecimento, formação, oportunidades e mais qualidade de vida para muitas famílias. 

 

Mesmo em um ano marcado pela pandemia do novo coronavírus, que afetou a movimentação nas rodovias de todo o país, a Bahia Norte pretende investir ainda no segundo semestre de 2020 cerca de R$ 30 milhões em melhorias e obras importantes no Sistema BA-093, além de preservar a empregabilidade dos seus 368 integrantes dando todo o suporte necessário para a realização de trabalho, dentro das regras de saúde e segurança recomendadas em  todas as atividades da empresa.   

 

 

 

UMA DÉCADA EM NÚMEROS 

R$1,112 bilhões em investimentos  

Mais de R$100 milhões em ISS repassados  

Mais de 200 milhões de veículos transitaram pelas rodovias 

297.051 atendimentos feitos (mecânicos, médicos, entre outros) 

5 mil pessoas diretamente beneficiadas por projetos sociais e outras 20 mil indiretamente beneficiadas 

Cerca de 1.500 toneladas em resíduos recicláveis 

Plantio de 60 mil unidades de plantas nativas 

368 empregos diretos e outros 3.500 indiretos 


Foto divulgação



Postar um comentário

0 Comentários