. Adryana Ribeiro diz ser contra produção independente, “Se não existe a família, não tem porque fazer sozinho

Adryana Ribeiro diz ser contra produção independente, “Se não existe a família, não tem porque fazer sozinho

Foto divulgação




Adryana Ribeiro ficou conhecida nos anos 2000 com o grupo Adryana e a Rapaziada. Com 30 anos de carreira e 46 anos de idade, a cantora participou de uma live no Canal da Lisa Gomes e fez revelações que surpreenderam várias mulheres que sonham com a maternidade.

 

 

Prestes a chegar na casa dos “enta” Adryana contou que por enquanto em relação apetite sexual, nada mudou,“Uma coisa que está me chateando é que o corpo não responde como antes, por exemplo quero emagrecer, não emagreço tão fácil quanto antes “ diz.

 

Foto divulgação


 

Quando o assunto é maternidade a cantora diz que não encontrou o companheiro ideal, “Na verdade eu não encontrei o pai. Não queria ter filho assim, a toa, jamais! Gostaria de ter encontrado uma pessoa certa e tudo mais. Não encontrei, vivi as relações, mas eu nunca vi nessas histórias, a pessoa pra ser o pai do meu filho. Alguém que realmente quisesse casar e eu também dei muita prioridade pra carreira”.

 

 

Adryana não está preocupada com o relógio biológico e também não pensou em congelar os óvulos para futuramente realizar uma inseminação in vitro, “Eu não teria um filho sem um casamento real, um casamento verdadeiro, uma instituição de família, eu não acho legal. Não recrimino quem faça, mas não faria uma produção independente. Não acho que isso seja meu carma ou darma. Não vejo isso como algo negativo, não é porque todo mundo tem, que você tem que ter” explica.

 

 

A cantora nunca pensou sobre adoção, mas tem uma opinião formada,  “Isso nunca foi uma meta, a minha meta era a família, se não existe a família, não tem porque fazer sozinho. Só pra dizer que fiz ou sair tendo filho com cada pessoa que conhece e dá errado, acho chato pra mim”, revela.

 

Foto divulgação


 

Assista entrevista completa:

 

https://www.youtube.com/watch?v=p1h7rXbU93o

 


Postar um comentário

0 Comentários