. Dia do Sexo: TantrAmor cria programação para discutir o tema

Dia do Sexo: TantrAmor cria programação para discutir o tema

Foto divulgação



No dia 6 de setembro é comemorado o Dia do Sexo. A data existe desde 2008, depois de uma marca de preservativos realizar uma ação de marketing fazendo um jogo numérico: 6 de setembro = 6/9, que remete à famosa posição sexual. Brincadeiras à parte, falar de sexo é fundamental. Abordar questões, entender pontos de vista e explorar o tema sem tabu ajudam a construir uma vida sexual mais saudável e feliz.
Foi pensando nisso que os terapeutas tântricos Satta Flor e Mahaprabhu, criadores do projeto TantrAmor, montaram uma programação para setembro com várias atividades. “Durante o mês, vamos falar sobre sexualidade dentro de diversos formatos. Teremos uma série de lives, vídeos no IGTV do Instagram, trocas com nosso público, inclusive indicando filmes e livros e convidando os seguidores para participarem dessas sugestões”, explica Satta sobre a diversidade de conteúdo. “Tudo isso foi pensando para trazer um olhar mais amplo sobre o tema”, completa Mahaprabhu.
A programação de lives no Instagram começa na próxima quarta-feira, dia 9, às 19h, e segue semanalmente, inclusive com sorteios. Sexshops que quiserem participar oferecendo produtos podem entrar em contato com os terapeutas. Além das lives às quartas, a programação contará com conteúdos novos todas as terças, quintas e sábados. Para saber mais, o público deve acessar os perfis do TantrAmor e dos terapeutas no Instagram: @tantramor.terapias, @sattaflor e @jorge.mahaprabhu.

Sobre o TantrAmor

Aceitação do corpo, possibilidade de vivenciar novas experiências e aprimoramento da crença de que a relação sexual tem que ser prazerosa para o casal. Esses são alguns dos benefícios que podem ser percebidos por quem pratica a Terapia Tântrica. 
O tema é a base do projeto TantrAmor, que reúne um canal no YouTube, o site tantramor.com.br e uma agenda mensal online de lives, cursos e outras atividades. “O projeto ajuda a desmistificar conceitos erroneamente difundidos sobre a prática”, explica Mahaprabhu.

Foto divulgação






Postar um comentário

0 Comentários