. Fintech com filial em Campina Grande oferece alternativas para pagamento de contas e democratização de serviços bancários para classes mais baixas

Fintech com filial em Campina Grande oferece alternativas para pagamento de contas e democratização de serviços bancários para classes mais baixas

Fotos: Reprodução/Pixabay



A pandemia do novo coronavírus agravou ainda mais o endividamento dos brasileiros. Segundo Confederação Nacional do Comércio (CNC), a inadimplência no país chegou a 67,5% em agosto, o maior da série histórica, iniciada em 2010. Em famílias de menor renda, o número é ainda mais alto, 69,5%.

Com filial em Campina Grande, e sede em São José do Rio Preto, SP, a fintech PARÇA busca auxiliar a parcela da população de baixa renda que luta para manter suas contas em dia. A empresa tem o objetivo de democratizar o acesso a serviços bancários muito utilizados, mas que geralmente são cercados de burocracia. PARÇA reúne, em totens de autoatendimento, serviços que vão desde recarga de celular, até pagamento de contas de consumo.

“Existe hoje uma complexidade com atividades simples que afetam principalmente a população menos favorecida. O desemprego do país agrava mais ainda essa situação. Por isso criamos o PARÇA, para ajudar um público que para realizar serviços essenciais, enfrenta uma série de empecilhos por conta da burocracia”, explica Antônio Brizoti, Diretor Executivo da fintech.

Em um totem PARÇA é possível realizar serviços como, pagamento de boletos e contas de consumo, tributos municipais, estaduais e federais, consulta de CPF e CNPJ, recarga de celular e verificação veicular completa.

“Atividades que você teria que tirar um dia inteiro para realizar, agora você pode fazer em um lugar, levando apenas alguns minutos, o que proporciona uma solução de problemas e economia de tempo”, diz Brizoti.

Para aqueles que não possuem os recursos integrais, mas procuram alternativas para quitar suas dívidas, a fintech oferece a possibilidade de parcelamento de contas em até 12 vezes. A empresa cobra juros abaixo da média de mercado e uma taxa de serviço de R$3 para realização dessa função.

 “O público menos favorecido, conhecido pelo rigor com que cuidam de seus nomes, já merecia que alguém se aproximasse oferecendo suporte para a reorganização das finanças pessoais e uma infinidade de outros serviços. Criamos a possibilidade de parcelamento de qualquer boleto, através dos totens, além da alternativa de pagamento com o uso de até quatro cartões. Queremos auxiliar as pessoas que lutam para manter suas contas em dia”, diz Brizoti.

Juliana e Ranniery são os primeiros franqueados PARÇA na Paraíba e após conhecerem o modelo de negócio, perceberam que os serviços atendem as necessidades da população de Campina Grande.

“As pessoas estão em uma busca constante por serviços que as façam ganhar tempo, ajudem e facilitem o pagamento por meio de várias alternativas e que tornem o dia a dia mais prático. Percebemos que o PARÇA traria todos esses benefícios, assim como tiraria muitas pessoas das dívidas com financiadoras que cobram juros absurdos. A empresa propõe algo que faltava no mercado e nos passa a certeza de que fazer parte desse projeto foi a melhor decisão que tomamos para nós e para nossa cidade”, diz Juliana.

 Com duas unidades localizadas em pontos estratégicos no centro de Campina Grande, a empresa tem o objetivo de expandir suas atividades da Paraíba para todo o Brasil e movimentar mais de R$ 20 milhões ainda esse ano.




Postar um comentário

0 Comentários