. Laizz será destaque na live do diretor Rodrigo França hoje

Laizz será destaque na live do diretor Rodrigo França hoje

A cantora Laizz, cria da Baixada Fluminense, será destaque na live do diretor Rodrigo França na próxima segunda-feira, 14, a partir das 21h no perfil do Instagram @rodrigofranca. Com vasta vivência na área cultural, Rodrigo têm potencializado novos artistas negros e periféricos na plataforma. O atual cenário da cultura Brasileira e um retrospecto da participação do povo preto nessa área são alguns dos assuntos do bate papo.

 Tem sido muito importante para mim estar com pessoas que eu acompanho e admiro. Ter a oportunidade de ser vista por pessoas que seguem essas pessoas tem me aberto portas incríveis. Sinto gratidão por esses momentos, desabafa a cantora.

Laís começa a trajetória na música no coral de igrejas evangélicas de Miguel Couto, mantendo tais influências do mundo gospel até norte-americanos, além de artistas do jazz , blues e Pop. Atual contratada da produtora Solo Fértil Produções, a cantora não vê a hora de voltar a ativa.

 Minhas expectativas estão em continuar as conexões que fiz no projeto ‘Conexão Live’ e nas lives que tenho feito durante essa quarentena. Quero muito estar no palco com os artistas que conheci nesse projeto. Além disso, nesse momento me sinto sendo preparada para estar pessoalmente com o público, conclui Laizz.

 

Crédito da Foto: Luís Gomes

 Sobre a artista

Laizz, nome artístico da jovem cantora de 27 anos fez diversos trabalhos como backing vocal, inclusive da rapper e multiartista Márcia Unika, do selo Música Suave. Participou no EP "Questão de honra" do rapper carioca Adson Kepê, com quem, aliás, dividiu palco no "Baculejo da de Sá", evento promovido pela grande diva Sandra de Sá, onde reunia nomes da música popular brasileira. Em 2020 se apresentou no prêmio UBUNTU, no Rio de Janeiro.

Ela também fez parceria com o rapper angolano Nilton Pensante que a convidou para fazer uma participação no DVD "De volta ao jogo". Ainda no percurso artístico, a cantora transitou pelo cenário da música soteropolitana ao cantar no Jazz do MAM, evento que faz parte do caldeirão cultural pulsante da cidade de Salvador.







Postar um comentário

0 Comentários