. Ovinocaprinocultura transforma a vida de agricultores familiares de Iuiú

Ovinocaprinocultura transforma a vida de agricultores familiares de Iuiú

Foto divulgação



Agricultores familiares da comunidade de Lagedão, localizada no município de Iuiú, no Sertão Produtivo, viram na ovinocaprinocultura uma oportunidade de renda. Hoje, a criação de caprinos e ovinos é a principal atividade desenvolvida e os produtores já realizaram a venda de 800 animais para a Organização de Cooperativas e Produtores de Caprinos e Ovinos da Bahia (FrigBahia). O empreendimento é o principal frigorífico do estado, especializado na produção e comercialização de carnes especiais de cordeiros e cabritos, e outros comércios.
 
A comunidade foi beneficiada pelo projeto do Governo do Estado, Bahia Produtiva, com investimento de cerca de R$491,2 mil, que possibilitou a aquisição de cinco ovinos reprodutores puro de origem, para que os produtores melhorassem geneticamente seus rebanhos, além da aquisição de equipamentos como plantadeira, adubadeira, máquina forrageira e grade aradora, para o cultivo das terras. Foram investidos recursos também em 260 mil raquetes de palma miúda, para implantar nas propriedades como fonte de alimentação para melhorar a qualidade dos rebanhos.

A assistente territorial do Bahia Produtiva, que atua no Território Sertão Produtivo, Itamar Pina, conta que quando a associação de Lagedão se inscreveu no edital para receber recursos do projeto, nem todas as famílias inscritas possuíam rebanho: “Esclarecemos sobre a obrigatoriedade de as famílias garantirem as matrizes ovinos, vez que o Bahia Produtiva só estaria financiando os reprodutores. Por não obedecer aos critérios, meu parecer técnico foi então pela inviabilidade, porém o nível de boa qualidade da inscrição e o nível de organização da associação, garantiu a pontuação e a entidade foi selecionada com boa colocação. As famílias compraram as matrizes e com a chegada dos reprodutores, o rebanho ganhou corpo e se multiplicou em pouco tempo”. 

O presidente da associação, Cleone Pereira, destaca que com o investimento foi possível construir também um escritório para a associação, que ajudou na gestão: “Além dos investimentos, contamos com assistência técnica. Todo esse conjunto valorizou nossos animais e o resultado já pode ser visto em comunidades vizinhas também”. 

O Agente Comunitário Rural (ACR), que presta assessoria técnica a associação, Charles Bruno, lembra que o Bahia Produtiva chegou iniciou uma nova atividade na comunidade, onde poucas pessoas criavam ovelhas: “Com esse projeto chegamos a 20 famílias criando esses animais, proporcionando a nós, enquanto produtores rurais, desenvolvermos essa nova atividade, gerando emprego e renda para nossas famílias e município”. 

O Bahia Produtiva é um projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com cofinanciamento do Banco Mundial.



Postar um comentário

0 Comentários