. São Francisco do Conde: Excessos cometidos em convenção do PP vão parar na Justiça

São Francisco do Conde: Excessos cometidos em convenção do PP vão parar na Justiça




Em um flagrante desrespeito aos protocolos de saúde e prevenção ao coronavírus em São Francisco do, a candidatura apoiada pelo atual prefeito Evandro Almeida (PP) promoveu uma convenção completamente fora das exigências sanitárias e, até mesmo, infringindo a legislação eleitoral.
Convocada em redes sociais oficiais da candidatura de Antônio Carlos Calmon (PP) e aliados, a convenção acabou se transformando em uma festa, regada a bebida alcoólica e paredão, com muita aglomeração e risco de contágio de covid-19. Como se não bastasse, ainda teve caminhada e carreata, eventos proibidos pela Justiça Eleitoral.



Realizada no último dia 13 de setembro, a convenção irregular foi parar na Justiça. O DEM, da candidata Ralison Valentim, entrou com duas ações na Justiça Eleitoral. Em uma peça judicial o DEM quer a apuração de eventual crime contra a saúde pública pelo desrespeito às normas de combate ao coronavírus; na outra, questiona a flagrante desobediência à Lei Eleitoral.
São Francisco do Conde já registrou 940 casos positivos de coronavírus até o dia 13 passado, data da convenção do PP, segundo informações oficiais das autoridades de saúde municipais. Infelizmente 18 pessoas morreram vítimas da doença no município.








Postar um comentário

0 Comentários