. Theatro Municipal RJ é contemplado em edital internacional com o Programa da Fundação Gerda Henkel da Alemanha

Theatro Municipal RJ é contemplado em edital internacional com o Programa da Fundação Gerda Henkel da Alemanha

Fundação Teatro Municipal do Rio de Janeiro e o Instituto Rio Patrimônio da Humanidade da Prefeitura do Rio iniciam a primeira fase de recuperação do conjunto de vitrais do Theatro Municipal atingido durante manifestação em 2017 e oferecem um ciclo de palestras para especialistas sobre conservação de vitrais


Os dezessete vitrais que decoram as fachadas e iluminam escadas e foyer do Theatro Municipal são de 1909, de autoria dos professores alemães Fernestein e Fűguel, fabricados pela Mayer & Co., de Munich, Alemanha. De grandes dimensões, esse conjunto de vitrais faz parte da pele de uma arquitetura classicizante, um tanto eclética e de inspiração francesa. Os temas das alegorias são todos alusivos às artes: figuras femininas, meninos, querubins, instrumentos musicais e também cartelas com inscrição de deuses gregos de gêneros do teatro e do Deus da música. São obras primas que decoram um dos principais teatros do país.

Na noite de 1º de maio de 2017, um conflito entre manifestantes e policiais, atingiu o Municipal e um dos principais vitrais foi quase todo danificado. Em 2020, o Theatro participou de uma concorrência internacional através de edital e foi contemplado com o Programa da Fundação Gerda Henkel(Funding Initiative Patrimonies), de promoção da preservação de patrimônio cultural, especificamente em regiões do mundo que estejam em crise. É uma entidade de apoio a projetos na área das humanidades históricas que patrocina projetos na Alemanha e em vários lugares do mundo. O patrocínio no valor de Euro (€) 30.000,00 é para salvaguardar o Vitral Nº 13  e para o desenvolvimento do projeto executivo de restauro. O Consulado Geral da Alemanha no Rio de Janeiro apoiou e referendou o projeto.

                                                                  Foto: Jorge Astorga

Para promover a formação de mão de obra especializada em intervenção de vitrais históricos, foi idealizado o projeto “Vitral Nº 13 Theatro Municipal do Rio de Janeiro – Proposta de restauração”. Trata-se da primeira etapa do Programa Patrimônio, Arte e Cooperação, desenvolvido pelo Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH) em 2018, e voltado para gestores, conservadores e restauradores do patrimônio cultural do Rio de Janeiro.  O projeto é a primeira parte de um plano de trabalho que beneficiará a gestão e o saber fazer em vitrais históricos no Brasil a, objetivando catalogações, publicações, seminários, master classes e a formação profissionais e artesão, mão de obra em geral, capacitando profissionais  para intervir em vitrais com interesse artístico e histórico do nosso patrimônio.


                                                               Foto: Marisa Assumpção



A duração dos trabalhos será de quatro meses, iniciando em setembro de 2020, com os cuidados e adequações necessárias à nova realidade, devido à pandemia. Com o uso de ferramentas digitais para discussões e avaliações técnicas, o local será exclusivamente destinado aos restauradores, tendo um ciclo de palestras com especialista do Brasil e Alemanha.

Com o formato de webinário, serão realizadas quatro palestras ministradas pelo professor alemão Sebastian Strobl (University of Applied Arts – FH Erfurt, Alemanha), de graça, mediante inscrição, nos dias 14 de setembro, 13 de outubro, 09 de novembro e 07 de dezembro de 2020, às 10h30.  Será realizada também uma palestra gratuita, com a restauradora e especialista em vitrais brasileira Mariana Wertheimer (ACOR-RS), ainda em data ser definida.



Serviço:

Ciclo de palestras sobre conservação de vitrais – Elaboração de um projeto de conservação

Data: 14 de setembro – segunda-feira

Evento on-line das 10h30 às 12h30 (inglês/português) 

Inscrições gratuitas através do link: https://us02web.zoom.us/webinar/register/WN_eV3FM5XBRPSzUeF5AvBNYQ

 



Postar um comentário

0 Comentários