. Vereadores de Abaíra acionam o MP para apurar crimes em convenção do DEM

Vereadores de Abaíra acionam o MP para apurar crimes em convenção do DEM

Foto divulgação







Indignados com os fatos ocorridos no último domingo (13), durante a convenção do partido Democratas (DEM) e aliados em Abaíra, os vereadores da oposição apresentaram denúncia junto ao Ministério Público para apuração de crime de responsabilidade e descumprimento da legislação estadual e municipal que versam sobre as medidas de enfrentamento ao novo coronavírus. Há registros de enorme aglomeração e incentivo à aglomeração, antes e no momento do evento. 

Cabe ressaltar que, até esta segunda-feira (14), o município de Abaíra, que conta com menos de nove mil habitantes, recebeu verba federal igual a R$ 2.369.292,99 para apoiar ações que possam mitigar os efeitos da pandemia da Covid-19, de acordo com informações do Fundo Nacional de Saúde e Banco do Brasil. No entanto, o que tem se observado são medidas paliativas sem impacto, a exemplo de barreiras sanitárias lotadas de funcionários da prefeitura, e descumprimento do decreto editado pelo próprio prefeito, o demista Edval Luz Silva, conhecido como Diga. 





Para a vereadora Ana Lúcia Souza, do Partido Socialista Brasileiro (PSB), a atitude do atual gestor e pré-candidato à reeleição é um total desrespeito com o cidadão abaírense. “Como é que se promove um movimento com tamanho descaso com vidas humanas, depois da contratação de tantas pessoas para barreiras sanitárias que deveriam servir para prevenção? Barreiras essas que estavam vazias ontem, quando observamos pessoas de diversos municípios vizinhos em Abaíra”. 

De acordo com a edil, há muita contradição para ser explicada: “eles não têm nenhuma cautela ou discernimento. Infelizmente, essa gestão só traz vergonha à cidade de Abaíra. Depois da farra com dinheiro do auxílio emergencial, exposta na imprensa de grande circulação, agora precisamos lidar com essa aglomeração, repudiada até pelo presidente do partido deles, o prefeito ACM Neto”.


Postar um comentário

0 Comentários