. Maqueiros do HEC se fantasiam de super-heróis no Mês da Criança

Maqueiros do HEC se fantasiam de super-heróis no Mês da Criança


Foto divulgação





“Batman, por favor, compareça à UTI”; “Thor, precisamos de você na Enfermaria”. Frases como essas se tornam rotina durante o Mês da Criança no Hospital Estadual da Criança (HEC). É que, neste mês, os maqueiros passam a trabalhar, durante uma semana, fantasiados de super-heróis para auxiliar no transporte dos pacientes.

"Durante todo o plantão, os maqueiros se fantasiam de personagens de filmes, de revistas em quadrinhos, de super-heróis. A experiência é muito boa porque os pacientes ficam em êxtase ao saberem que o Thor está levando elas para o centro cirúrgico, que o Homem-Aranha vai levar ele para o UTI", ressalta a vice-presidente do grupo de humanização do hospital, setor responsável pela ação, a psicóloga Ielma Soares.

Ielma explica que o processo de hospitalização é desgastante e gera impactos para a criança. Nesse sentido, a ação, que faz parte do Mês da Criança no HEC, auxilia para o bem-estar e saúde dos pacientes, ainda mais na pandemia, quando as visitas estão restritas.

A psicóloga conta, ainda, que até os colaboradores ficam com expectativas para este momento lúdico, que faz parte da programação mensal do Mês da Criança. “Uma empresa aluga as fantasias por um preço de custo e quando a data vai se aproximando, todo mundo quer escolher sua fantasia".

Essa ação é realizada há cinco anos pelo HEC, uma unidade da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), gerida pela Liga Álvaro Bahia Contra a Mortalidade Infantil (mantenedora do Hospital Martagão Gesteira). Antes da pandemia do coronavírus, todos os funcionários aderiam à fantasia.

Anderson Sotero – Assessor de Imprensa Liga Álvaro Bahia
(71) 991132370 / (71) 30323700


Postar um comentário

0 Comentários